FIQUE LIGADO

Altas e baixas: confira a análise semanal da CoinBene

Análise
Tempo de leitura: 2 minutos

Não teve tempo de acompanhar as notícias sobre o sobe e desce das cotações de criptomoedas nos últimos dias? Calma, a CoinBene está aqui para te ajudar.

Apresentamos nossa análise semanal sobre os ativos financeiros digitais que registraram a maior valorização e a queda mais acentuada para te auxiliar no processo de avaliação do mercado.    

Na semana passada, poucas moedas conseguiram fugir da perspectiva de baixa espalhada no mercado. A principal delas foi o Cortex (CTXC) com par em Ether (ETH), ativo que movimenta uma plataforma descentralizada que pretende fornecer modelos de aprendizado baseados em inteligência artificial.  

O CTXC/ETH registrou alta de 79,05%, quando levamos em consideração o valor de abertura no início da semana (0.000864 ETH) em relação ao fechamento no último domingo, dia 19, que chegou a 0.001547 ETH. No decorrer da semana a cotação mínima foi de 0,000698 ETH e a máxima de 0,001995 ETH.

Conheça a CoinBene

CTXC

Entre os ativos que amargaram quedas na semana passada, o destaque fica com o For Agriculture Coin (FACC) com par em Ether (ETH), token que combina blockchain com agroecologia para ajudar empresas do setor a desenvolverem-se rapidamente.

O ativo FACC/ETH teve variação negativa de 76,19%, quando levamos em consideração o valor de abertura na segunda-feira, dia 13, que alcançou 0,000315 ETH em relação ao valor de 0,000075 ETH verificado no dia 19. Ao longo da semana, o ponto de mínima foi de 0,000050 ETH e o de máxima de 0,000320 ETH.

foto 01 análise

Algumas notícias podem ter afetado desempenho do mercado nos últimos sete dias. Entre elas estão:

  • De acordo com uma pesquisa da Kaspersky Labs, hackers roubaram US$ 2,3 milhões por meio de fraudes no setor de criptografia no segundo trimestre. Os golpes mais usados foram o phishing e o spam.
  • Joseph Lubin, cofundador do Ethereum, disse em entrevista à Bloomberg que operadores especulativos geram volatilidade no mercado, mas que isso não deve afetar o crescimento do setor.
  • Britânicos continuam investindo em moedas digitais mesmo com os alertas da Autoridade de Conduta Financeira do Reino Unido, segundo reportagem da Investing.com

Comentários

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Receba seu código agora e experimente nossa plataforma
Aroon, a “luz” que indica tendências aos traders
Gráficos candlestick: como ler e entender