EDUCAÇÃO

ICO, ou pontapé inicial do financiamento de um novo projeto

Tempo de leitura: 2 minutos

Já ouviu falar de crowdfunding, também conhecido como financiamento coletivo? Se não ouviu, a gente te explica. Se já sabe o que isso significa, pule para o terceiro parágrafo.

Esse procedimento é usado quando temos um projeto mas não possuímos verba para colocá-lo em prática. Então, lançamos uma campanha dessas para buscar apoiadores que invistam em nossa ideia.

No mundo dos ativos financeiros essa prática também é usada, mas é conhecida como ICO e possui características próprias.

ICO é a abreviatura de Inicial Coin Offering, que em português significa Oferta Inicial de Moedas. Ele é realizado quando uma pessoa ou organização oferece unidades de uma nova moeda ou token para apoiadores, em troca de Bitcoin ou outras criptomoedas.

Conheça a CoinBene

Esse montante arrecadado é destinado ao financiamento de uma nova criptomoeda ou de um token, possibilitando que o mesmo deixe de ser um projeto e ganhe vida.

O primeiro projeto a lançar um ICO foi o Mastercoin, em 2013, arrecadando US$ 5 milhões em Bitcoins.

Quando participar de um ICO?

Se você considerar o projeto interessante, acreditar que ele possui potencial para dar certo e souber quem são os investidores e suas reais intenções com esse ICO.

Vale lembrar que ICOs não possuem retorno garantido, pois pode acontecer do projeto não prosperar.

É seguro participar de um ICO?

Sim, desde que você se informe sobre o projeto e concorde com os objetivos nele estabelecidos. Sempre aposte em ICOs em que os idealizadores divulguem claramente o que pretendem fazer e sua real motivação.

Sempre desconfie quando os desenvolvedores forem anônimos ou desconhecidos para qualquer pessoa na comunidade. Se eles não se identificam é muito provável que vão cometer algum scam ou que exista alguma irregularidade no projeto.

Também fique alerta quando as carteiras de custódia para contribuições não forem divulgadas. Caso os desenvolvedores peçam que as doações sejam depositadas em suas carteiras pessoais, desconfie. Eles podem sumir com o valor arrecadado sem executar o projeto.

Comentários

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Venezuelanos compram bitcoins para fugir da inflação
Quais são as nações que apoiam as criptomoedas?
Saiba como operar com reais (BRL) na CoinBene