Reading Time: 1 minuto

O mercado de ativos digitais é muito volátil, mudando a cada minuto. E uma das melhores maneiras de acompanhá-lo é pelo gráfico. Mas você sabe o que cada linha que aparece lá representa? Então calma, a gente te ajuda a entender.

Hoje vamos falar sobre o indicador Average True Range (ATR), que em português significa Média de Amplitude de Variação. Ele foi introduzido por Welles Wilder em seu livro “New Concepts in Technical Trading Systems”.

Por meio desse índice, o trader consegue acompanhar a volatilidade dos preços de determinados ativos em um determinado período.

O indicador ATR pode ser interpretado de acordo com os mesmos princípios de outros indicadores de volatilidade.

O princípio da projeção com base nele pode ser formulado deste modo: quanto maior o valor do indicador, maior a probabilidade de uma alteração na tendência; já quanto menor o valor do indicador, mais fraca será uma mudança na tendência.

Ou seja, quanto maior a volatilidade do ativo no período, maior será o ATR. É um importante indicador de análise técnica e muito útil para o investidor que utiliza o stop loss para gerenciar riscos.

Diferente de outros indicadores de volatilidade, que consideram somente os preços de máxima e mínima de uma janela de tempo e ignoram outros movimento fora dessa janela, o ATR considera o movimento entre estas janelas, apresentando um indicador mais fiel de volatilidade.

SHARE
RELATED POSTS
CVM
CVM toma posição sobre criptomoedas
Análise
Altas e baixas: confira a análise semanal da CoinBene
Altas e baixas: confira a análise semanal da CoinBene

Comments are closed.