CRIPTOMOEDAS

Banco internacional defende fim das criptomoedas

Tempo de leitura: 1 minuto

Agustín Carstens, presidente do Banco de Compensações Internacionais (BIS na sigla em inglês), deu declarações recentes pedindo o fim das criptomoedas.

De acordo com o CoinDesk, para o executivo, os ativos digitais representam uma bolha, um esquema Ponzi.

Segundo informações do Cointelegraph, Carstens acredita que criptomoedas não são capazes de assumirem a função da moeda fiduciária. Para o executivo, jovens “deveriam parar de tentar criar dinheiro”, fazendo uma referência a mineração de Bitcoin.

Segundo ele, isso seria um trabalho para os bancos e não para qualquer um.

Conheça a CoinBene

Comentários

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Coreia do Sul de olho em bancos e operações de criptomoedas
Coreia do Sul de olho em bancos e operações de criptomoedas
IoP
IoP e a comunidade que preza pela independência
Ripple cria iniciativa Xpring de apoio a empreendedores