MERCADO SEGURANÇA E TECNOLOGIA

DAICO: aprimorando a forma de capturar recursos

Tempo de leitura: 1 minuto

Proposto por Vitalik Buterin, fundador da rede Ethereum, DAICO é um protocolo que aprimora o modelo de arrecadação de fundos das ICO (Ofertas Iniciais de Moedas), mesclando ao processo alguns aspectos do DAO (Organizações Autônomas Descentralizadas).

O conceito foi apresentado por Buterin no fórum Ethereum Research, que descreveu um protocolo que utiliza características positivas das ICOs e das DAOs, principalmente a descentralização, a capacidade de espalhar o financiamento por um período pré-determinado e a de aproveitar os conhecimentos da comunidade.

O que muda?

Com o DAICO será possível melhorar a estrutura de uma ICO, eliminando o risco do recurso ser captado e sumir sem que nenhum projeto seja executado.

Portanto, sempre que houver um DAICO, será necessário que os desenvolvedores criem um produto mínimo viável.

Conheça a CoinBene

Se os investidores estiverem insatisfeitos com o andamento do projeto eles podem propor um acordo e obter um reembolso.

Ou seja, mais segurança para quem quiser participar do financiamento de algum projeto.

“O contrato DAICO é publicado por uma única equipe de desenvolvimento que deseja arrecadar fundos para um projeto. Ele começa no modo de contribuição, ao especificar um mecanismo pelo qual qualquer um pode contribuir na rede Ethereum em favor do contrato e obter tokens em troca”.

Além disso, segundo Buterin, se ocorrer um impulsionamento dos aspectos positivos das DAOs, o curso do Ethereum pode ser reduzido.

Essa venda poderia ser limitada, interativa ou um leilão. Quando o prazo para contribuição é finalizado, os saldos de token são definidos e a partir desse momento, eles se tornam negociáveis.

Comentários

COMPARTILHAR
Redação CoinBene
Bem-vindo à (r)evolução do dinheiro. Sem notas, sem bancos, sem burocracia. Esse é o futuro!
Notícias relacionadas
Bitcoin Cash: você ainda vai ouvir falar desse criptoativo
Dinheiro
BC holandês não considera moedas digitais como dinheiro
T.OS, o mais novo ativo do portfólio de fintech global