MERCADO

Conceito de criptomoedas “é uma falácia”, diz executivo

Tempo de leitura: 1 minuto

Em um artigo, o Banco Central da Finlândia afirmou que o conceito de moeda digital é “uma falácia”, pois não são formas reais de dinheiro.

Segundo o assessor de digitalização da instituição, Aleksi Grym, criptomoedas não são moedas, mas sistemas contábeis para ativos inexistentes.

Na análise, Grym traça paralelos entre o funcionamento de um banco convencional e do Bitcoin, dizendo que os contadores de um banco tradicional são como os mineiros. Ele também cita que o livro centralizado mantido pelos bancos para registrar saldos e transações das funciona do mesmo modo que o blockchain dos criptoativos.

O assessor observa que a única diferença entre ambos sistemas é que, no caso do bitcoin, o livro de registros é distribuído por meio de uma rede de computadores, enquanto bancos tradicionais possuem suas contabilidades em sistemas centralizados.

Conheça a CoinBene

Ele ainda destaca que o dinheiro é uma unidade de conta, enquanto criptomoedas funcionam como um tipo de dispositivo de registro financeiro que pode ser comparado a um livro de contas, mas sem condições de substituir as formas de dinheiro que existem atualmente.

Bitcoin e criptomoedas são classificados pelo Banco Central da Finlândia como uma espécie de commodity em vez de uma moeda. Apesar do posicionamento, a instituição mantém estudos e pesquisas sobre o tema e a respeito do blockchain.

Comentários

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
SmartCash Mineração
SmartCash: como funciona o processo de mineração
Nova atualização do Bitcoin Core é lançada
Valor do Bitcoin é muito maior do que o atual, diz entusiasta. Você concorda?
Para entusiasta, valor do BTC é muito maior que o atual. Você concorda?