CRIPTOMOEDAS

Conheça Zippie (ZIPT), sistema operacional para DApps

Tempo de leitura: 2 minutos

As tecnologias móveis se aperfeiçoam constantemente para dar mais praticidade ao nosso dia a dia. Alguns aplicativos exigem que seus usuários forneçam muitas informações que eles não gostariam de passar para qualquer empresa.

Para combater isso, existem os aplicativos descentralizados. E você sabia que existe um sistema baseado em blockchain que foi desenvolvido especialmente para rodar esse tipo de aplicativos? Seu nome é Zippie.

Trata-se de um sistema operacional para smartphones baseado no blockchain da rede Ethereum. Ele é voltado a execução de aplicativos descentralizados, protocolos e moedas. Segundo os desenvolvedores, a plataforma será programada para integrar dApps programados em qualquer blockchain.

Por meio do Zippie, os smartphones terão acesso ao mundo descentralizado, proporcionando ao usuário uma experiência controlada por ele mesmo, a partir do uso fácil e seguro da própria identidade criptográfica e das chaves privadas.

Conheça a CoinBene

Ou seja, quem utilizar a plataforma da Zippie conseguirá ter maior controle sobre suas informações em todos os serviços mobile que quiser utilizar. Não é legal?

A integração ao Zippie leva menos de 20 segundos. Ele fornece automaticamente uma identificação digital privada que serve como um cofre de dados pessoais seguro e isolado, fornecendo acesso a todos os aplicativos do sistema operacional com uma única identidade.

Funcionamento

A plataforma é baseada em código aberto e, inicialmente, oferecerá suporte as tecnologias Android e Sailfish, seja operando individualmente ou em conjunto com o sistema operacional do smartphone do usuário.

Zippie pretende possibilitar a inclusão da tecnologia blockchain para diversos públicos, oferecendo uma plataforma móvel, aberta e independente para serviços descentralizados, de modo que os dados e as transações nela realizadas sejam verificáveis e transparentes.

A rede também visa oferecer uma experiência completa para smartphones em que as chaves e transações privadas são mais fáceis de usar e possuem segurança total. Além disso, a tecnologia blockchain e seus serviços serão integrados para proporcionar maior comodidade a seus usuários.

Tudo isso será possível graças ao blockchain da Ethereum, que permite a execução de outros protocolos blockchain e dApps de forma segura e nativa.

Logo após o download da Zippie, o dispositivo é inicializado e o seu usuário terá que fornecer uma foto para identificação. Essa identidade digital também será usada para construir um ranking para reputação desse usuário na comunidade, além de registrar suas atividades financeiras.

A plataforma gera automaticamente as chaves privadas e públicas para as carteiras dos usuários, dividindo a primeira delas em duas ou mais peças, com a intenção de oferecer mais segurança aos seus usuários.

Para realização de operações diárias, o cliente poderá se identificar com sua impressão digital. Assim que isso ocorre, o dispositivo puxa as partes de cada chave que julgar necessário e executa a transação.

Token da Zippie

O ZIPT é o ativo que movimenta a plataforma Zippie e ele é usado principalmente com três finalidades: recompensar usuários ativos e que praticam “hodl” do ZIPT, fomentar o uso da plataforma e cooperar para a formação de um mecanismo viável.

O objetivo do modelo de token ZIPT é construir um ecossistema para a plataforma Zippie e, ao mesmo tempo, criar um modelo econômico de token bem funcional, em que o ativo tenha casos de uso claros e genuínos, enquanto os participantes têm um incentivo para manter o token.

O token terá fornecimento total de 1 bilhão de unidades, sendo que mais de 215 milhões já estão em circulação.

Comentários

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Polícia de Dubai diz que moedas vão substituir o dinheiro
Ex-engenheiro do Google afirma que Bitcoin ainda não é reserva de valor
Use Bitcoin e não perca a hora
Use Bitcoin e nunca mais perca a hora para seus compromissos!