MERCADO

Cresce o número de caixas eletrônicos de criptomoedas na Europa

caixas automáticos de criptomoedas na Europa
Tempo de leitura: 1 minuto

O número de caixas eletrônicos de criptomoedas está crescendo na Europa, especialmente na Bélgica e na Holanda, aponta uma pesquisa feita pela Statista.

Apenas a cidade de Amsterdã, capital da Holanda, conta com 12 ATMs de ativos digitais, sendo que pelo menos dois deles suportam a venda e a compra de moedas como o Bitcoin (BTC), o Ethereum (ETH) e o Litecoin (LTC).

Em agosto de 2018, Antuérpia, a segunda área metropolitana mais populosa da Bélgica, já tinha 3 caixas do tipo. Quatorze outras cidades espalhadas nos dois países possuem máquinas que negociam moedas digitais, como o Bitcoin Cash (BCH). Entre os municípios contemplados estão Ghent, Hasselt, Sint-Truiden, Hoorn, Bavel, Eindhoven e Utrecht.

Mais detalhes

Luxemburgo, que se estabeleceu como um centro financeiro e bancário internacional, não é coberto pelo relatório da Statista. Entretanto, um outro estudo realizado no início do ano aponta que 92% dos habitantes do país disseram não possuir nenhum investimento em moedas digitais.  

Conheça a CoinBene

Em geral, os moradores da região possuem menos ativos digitais do que o consumidor médio europeu, observa Statista.

O maior número de proprietários de criptografia foi encontrado entre os holandeses este ano, e nos primeiros três trimestres de 2017 houve aproximadamente 44.000 transações de bitcoin (BTC) na Holanda.

Comentários

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Cotação em baixa não afeta previsões sobre o EOS
InstantPay, um dos triunfos da SmartCash
Tether USDT manipulação
Cofundador da Ethereum diz duvidar das acusações de manipulação do USDT