MERCADO

FundRequest (FND): o paraíso de código aberto

Tempo de leitura: 1 minuto

O mercado de inovação não para de crescer, mas muitos desenvolvedores não se sentem motivados a atuar no segmento devido a falta de oportunidades de mostrar seu trabalho. Pensando em resolver a questão foi criada a FundRequest, uma plataforma fácil e segura de recompensar especialistas por seu valoroso empenho em projetos de código aberto.

A escolha do setor foi feita com base em pesquisas que mostram um aumento constante no número de desenvolvedores que atuam na manutenção ou aprimoramento de aplicações “livres”.

Além de contribuir no currículo desses profissionais, a participação em propostas por meio da plataforma FundRequest permite que as organizações recompensem contribuidores com a criptomoeda FND, token nativo da ferramenta e que estimula seu pleno funcionamento.

Entendendo o processo

Com um fluxo de transação estilizado, quem deseja uma solução para determinado projeto de código aberto deve alocar fundos para o problema dentro da plataforma Fund Request. A quantia é armazenada em um contrato inteligente (smart contract), que atua como um depósito para incentivar as partes a agir de boa fé.

Conheça a CoinBene

Esse contrato inteligente é programado para distribuir o valor após a conclusão de termos pré-determinados nele.  

Após o “problema” ser financiado, o desenvolvedor pode selecioná-lo. Para estimular a confiança entre as partes, o desenvolvedor deve arrecadar a mesma quantia proposta para quitar a resolução do problema inicial.

Depois da conclusão do projeto solicitado, o desenvolvedor reivindica o pagamento em tokens FND e o contrato inteligente liquida a operação.

Resumindo, o FundRequest tem potencial para impulsionar a comunidade Open Source como um todo, desde o desenvolvedor ao consumidor final.

Cadastre-se grátis na CoinBene e saiba mais sobre o FND e outros ativos digitais.

Comentários

COMPARTILHAR
Notícias relacionadas
Criptomoedas devem subir, diz entusiasta. Mas quando?
Criptomoedas devem voltar subir, diz entusiasta. Mas quando?
Coni alerta
Coni: tire suas dúvidas e confira novidades
Desenvolvedores da IoP desvendam mistérios sobre tecnologia da moeda