MERCADO

Futebol brasileiro começa a atuar nos campos das criptomoedas

Futebol brasileiro
Tempo de leitura: 2 minutos

As criptomoedas foram criadas com a intenção de revolucionar o mercado atual, além de permitir que seus usuários tenham mais autonomia com os rumos e aplicações de seus ativos. E um dos setores que resolveu explorar essas possibilidades é queridinho da maioria dos brasileiros: o futebol.

Mas se você pensa que os grandes clubes do país estão na vanguarda desse mercado, você está enganado. As equipes que começaram a se aventurar nesse universo não possuem muitos torcedores espalhados pelo país, mas são muito fortes em suas regiões. Estamos falando do catarinense Avaí e do cearense Fortaleza. Conheça um pouco sobre seus criptoativos:

Avaí FC Token

A equipe, que tem 16 títulos do Campeonato Catarinense, lançou seu token utilitário em setembro e iniciou o ICO no começo de outubro. A Oferta Inicial do ativo vai até 3 de novembro.

A intenção do criptoativo é aproximar o torcedor do clube, viabilizando o retorno da equipe para a Série A do Campeonato Brasileiro e deixando o time em condições de disputar uma vaga para a Taça Libertadores da América.

Conheça a CoinBene

Cada unidade do token é vendida a um dólar, e os idealizadores pretendem arrecadar até US$ 20 milhões. Além de torcedores, o clube espera atrair investidores estrangeiros. Os donos do ativo poderão usá-los para comprar produtos e experiências relacionadas ao clube.

Leão Coin

Já o Fortaleza lançou o próprio criptoativo em comemoração ao seu centenário. O ativo leva o nome do mascote da equipe, e tem como propósito estabelecer um melhor relacionamento com seus torcedores.

Donos do ativo poderão comprar ingressos e produtos licenciados, tudo de maneira rápida e segura, por causa da tecnologia blockchain.

Além disso, a Leão Coin pode ser usada para realizar pagamentos por meio de um cartão pré-pago em serviços conveniados, como aplicativos de carona, serviços de consultas médicas, seguros, entre outros que estão em negociação.

O ativo já está disponível para os torcedores e simpatizantes do clube nordestino, e pode ser adquirido com investimentos a partir de R$ 50.

Ativo da CoinBene

Nós temos em nosso portfólio um token que é voltado ao mercado esportivo: a vSportCoin. Por meio da plataforma vSportChain,

Por meio de novas aplicações, a vSportChain pretende criar novos modelos de negócio e oferecer oportunidades de monetização aos principais envolvidos com o mercado esportivo, como clubes, eventos, atletas, patrocinadores, entre outros.

Um dos destaques é a presença do jogador holandês Wesley Sneijder no projeto. O atleta, que atualmente está no Al Gharafa, do Catar, é o co-fundador da vSportChain. Segundo ele, o projeto foi lançado porquê o blockchain pode ajudar a trazer equilibrio para a economia do esporte.

Venha para a CoinBene

Temos mais de 150 criptoativos em nossa plataforma, além de oferecermos as taxas mais diferenciadas do mercado. Cadastre-se grátis e vamos aos negócios.

Comentários

COMPARTILHAR
Redação CoinBene
Bem-vindo à (r)evolução do dinheiro. Sem notas, sem bancos, sem burocracia. Esse é o futuro!
Notícias relacionadas
Futuros de altcoins estão longe da realidade, diz CME
Ucrânia quer taxar transações com moedas digitais
Travelflex apresenta desvalorização de 11%
Travelflex apresenta desvalorização de 11%