MERCADO SEGURANÇA E TECNOLOGIA

Melhor e mais rápido: conheça o Lightning Bitcoin

Tempo de leitura: 1 minuto

Se você achava que a alta da cotação das moedas digitais no fim de 2017 havia sido a maior notícia do período saiba que está muito enganado, afinal no dia 19 de dezembro, a rede Bitcoin passou por mais um hard fork que gerou uma nova altcoin, o Lightning Bitcoin (LBTC).

Como o site oficial da iniciativa define, a ideia seria criar uma moeda que pudesse realizar transações de maneira rápida como um raio, por isso o termo lightning.

E isso aconteceu mais precisamente no bloco 499.999, segundo a misteriosa equipe de desenvolvedores, do qual o único nome conhecido é o do empresário chinês Jack Zhang.

O Lightning Bitcoin aumentou para 2MB o tamanho dos blocos contra 1MB do Bitcoin original, o que em tese, faz as transações serem validadas em um tempo menor.

Conheça a CoinBene

Particularidades

Outra novidade é o mecanismo de consenso PoS (Proof-of- Stake) que prevê que direito de votos e contabilidade sejam separados, impedindo o abuso ou controle do sistema por qualquer parte atuante seja vendedor ou comprador.

A página do projeto afirma que o Lightning Bitcoin nasceu para promover a descentralização apoiando os smart contracts (contratos inteligentes, em português) e DAPPs (Aplicações Descentralizadas).

Contudo essas funcionalidades que combinam Bitcoin e Ethereum só deverão se tornar realidade a partir do terceiro trimestre de 2018.

A velocidade de mineração no blockchain do LBTC será de apenas 3 segundos enquanto o Bitcoin leva, em média, 10 minutos para gerar um novo bloco. Fora isso, os criadores afirmam que CPUs poderão ser utilizadas na mineração da moeda, algo considerado inviável na rede original atualmente.

Não há suporte ao SegWit, contudo a altcoin conta com replay protection, que impede que as transações sejam duplicadas. Já o número de unidades de LBTC será idêntico ao Bitcoin, ou seja, 21 milhões de moedas.  

Comentários

COMPARTILHAR
Redação CoinBene
Bem-vindo à (r)evolução do dinheiro. Sem notas, sem bancos, sem burocracia. Esse é o futuro!
Notícias relacionadas
Coni, token da CoinBene, é tão promissor quanto a plataforma
ArcBlock
Arcblock valoriza em menos de dois meses
Blockchain será usado no monitoramento de energias renováveis
Blockchain será usado no monitoramento de energias renováveis