MERCADO

Países árabes se unem para criar criptomoeda local

Países árabes se unem para criar criptomoeda local
Tempo de leitura: 1 minuto

Duas potências do Oriente Médio pretendem criar uma criptomoeda para que possam realizar pagamentos transfronteiriços entre seus bancos centrais e os das nações vizinhas. Estamos falando da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos.

De acordo com a agência local Emirates News Agency, a decisão foi tomada por volta de 19 de janeiro em uma reunião que contou com 16 representantes dos dois países.

Além de facilitar transferências internacionais, a criptomoedas também ajudará os países a entenderem a tecnologia blockchain e estudarem suas aplicações. Em um primeiro momento, o ativo será restrito para uso limitado por alguns bancos dos países.

Expansão dos ativos digitais

Cada vez mais os países e instituições econômicas vem reconhecendo a importância das criptomoedas. A diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, afirmou durante um evento que os bancos centrais deveriam considerar a adoção de seus próprios criptoativos.

Conheça a CoinBene

A executiva ainda lembra que vários países já trabalham em seus próprios ativos digitais, como Canadá, Suécia e Uruguai.

Uma pesquisa realizada pelo Bank for International Settlements (BIS) indica que 70% dos bancos centrais que participaram do levantamento já trabalham no desenvolvimento de seus próprios ativos digitais.

Venha para a CoinBene!

Com mais de 200 ativos digitais em nosso portfólio, te ajudamos a conhecer o mundo além do Bitcoin. Cadastre-se grátis em nossa plataforma e vamos aos negócios!

Comentários

COMPARTILHAR
Redação CoinBene
Bem-vindo à (r)evolução do dinheiro. Sem notas, sem bancos, sem burocracia. Esse é o futuro!
Notícias relacionadas
Vietnã propõe banir equipamentos de mineração de criptomoedas
Vietnã propõe banir equipamentos de mineração de criptomoedas
Número de empresas de mineração cresce na Rússia
Tailândia define regras para realização de ICOs