MERCADO

Suíça cria grupo de trabalho especial para lançar criptomoeda

Suíça
Tempo de leitura: 1 minuto

A Conselho Federal da Suíça solicitou um relatório sobre os riscos e oportunidades de lançar sua própria criptomoeda apoiada pelo Estado, que deve se chamar e-franco, segundo a Reuters.

A ideia de desenvolver o e-franco foi apresentada em fevereiro por Romeo Lacher, presidente da bolsa suíça SIX. Na época, o executivo afirmou que uma criptomoeda nacional sobre o controle do BC seria bom para a economia.

O parlamento suíço decidirá se apoia a pesquisa realizada pelo Conselho Federal. Se isso for aprovado, o Ministério das Finanças da Suíça realizará um estudo sobre o assunto.

Planos da Suíça

O Conselho Federal afirma que está ciente dos grandes desafios, tanto legais quantos monetários, que isso representará pelo uso de um e-franco. A entidade pede que a proposta seja examinada, que os riscos e oportunidades sejam analisados e aspectos jurídicos, econômicos e financeiros do e-franco sejam esclarecidos.

Conheça a CoinBene

Outros países também estudam a possibilidade de uma moeda digital nacional. A Suécia é um dos candidatos, pois o uso de notas de dinheiro no país está em declínio.

Comentários

COMPARTILHAR
Redação CoinBene
Bem-vindo à (r)evolução do dinheiro. Sem notas, sem bancos, sem burocracia. Esse é o futuro!
Notícias relacionadas
Valor do Shivom (OMX) recua nesta quarta-feira
Chicago Mercantile Exchange (CME) lança dois índices de Ethereum
Rede Ethereum testa código Constantinopla